DEMÔNIO GAY – Libertação de ‘demônio gay’ volta a gerar polêmica

DEMÔNIO GAY

Libertação de ‘demônio gay’ volta a gerar polêmica

 

     Não é só no Brasil que pastores e ativistas gays travam uma batalha pública na defesa de suas opiniões. Algum tempo atrás a rede CNN mostrou o vídeo de um culto realizado na igreja Manifested Glory, em Bridgeport, Estado de Connecticut, onde um jovem era liberto de um “espírito de homossexualidade”.
Os pastores do Manifested Glory pregam que todos os homossexuais são possuídos por demônios e que podem ser exorcizados. No vídeo polêmico eles aparecem orando por um garoto de 16 anos, que cai e se contorce incontrolavelmente no chão da igreja. Podem ser ouvidas claramente as ordens: “Você, demônio homossexual, levante-se e saia daqui! Demônio, saia agora! Demônio do sexo gay… sua cobra… sai!”.
Até que, em um determinado momento, o jovem homossexual vomita em um lenço. Muitos aplausos e gritos dos fieis são ouvidos.
Na época, o vídeo provocou indignação entre grupos de defesa dos direitos LGBT e durante meses reavivaram as discussões sobre os direitos dos gays.
Patricia McKinney, pastora da igreja e que se descreve como profeta, disse que recebeu ameaças de morte depois da divulgação do culto na internet. Ela afirma não compreender a indignação. “Eu acredito em libertação, eu acredito em unção, eu acredito no poder de Jesus”, disse ela à CNN. “Já fui ameaçada, tenho sido atacada. Não faz sentido para nós o que eles estão fazendo.”
A pastora enfatiza que “expulsar espíritos imundos” é algo comum em sua igreja. O rapaz mostrado no vídeo, cujo nome não foi revelado, a teria procurado e dito que desejava ser um pastor, mas estava lutando contra sua homossexualidade.
“Nós permitimos que essas pessoas [homossexuais] entrem em nossa igreja. Porem, não queremos que elas saiam daqui e continuem com esse estilo de vida”, disse McKinney.
Robin McHaelen diretora-executiva da ONG True Colors, que defende os direitos dos gays, não acha que a igreja agiu com maldade, mas que esse tipo de atitude é fruto de ignorância.
“Nenhuma das pessoas nesse vídeo tinham a intenção de machucar o garoto”, disse ela. “Eles fizeram todo esse ritual na tentativa de livrá-lo de sentimentos que acham que ele não queria ter”. A True Colors afirma saber que o menino do vídeo é o quinto adolescente submetido a um “evento” como o que foi mostrado no vídeo.
Em meio à campanha presidencial dos Estados Unidos, a questão do casamento gay voltou a ser debatida na TV pelos candidatos e está em pauta novamente. Esta semana, o famoso site de humor FARK.COM publicou outro vídeo mostrando a libertação de um “demônio gay”.
Dezenas de outros sites reproduziram a matéria e o debate sobre o assunto voltou a mobilizar evangélicos e ativistas gays nos EUA.
No vídeo em questão, o pastor Bob Larson, que tem um conhecido ministério de libertação, expulsa o que ele chama de um “espírito homossexual”. Durante seu programa de TV “Lifetime”, Larson aparece dialogando com um homem possuído por um espírito maligno.
Após orar por ele, o pastor pede que o homem repita algumas palavras, invocando o Espírito Santo. Em um determinado momento, afirma que aquela pessoa está possuída por um “demônio do sexo gay”.
De acordo com Larson, o demônio tem de sair do corpo daquele homem, que pertence ao Espírito Santo. O homem reage, mudando seu tom de voz, sacudindo a cabeça e fazendo ameaças ao pastor.
Obviamente os sites de humor fazem graça com o ocorrido e o fato de o pastor anunciar depois do exorcismo que vende uma série de 3 DVDs sobre “Como quebrar as seis fortalezas de Satanás” por US$ 59.
Não é nova a ideia de alguns segmentos evangélicos que pessoas envolvidas na prática do homossexualismo estejam tomadas por algum espírito maligno. Mas essa opinião, obviamente, está longe de ser unanimidade.
Nos comentários das páginas que reproduziram o vídeo e no Youtube é possível ver cristãos criticando o pastor e muitas pessoas defendendo o direito de um homossexual viver como bem entender.

Fonte: Gospelprime 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s