Em poucos anos, haverá mais de 1 bilhão de pentecostais no mundo

Em poucos anos, haverá mais de 1 bilhão de pentecostais no mundo

Enquanto o protestantismo tradicional mingua e retrocede na Europa e no Ocidente, pentecostalismo mostra pujança e força para avançar

Julio Severo
Com o titulo da matéria “Pentecostalismo manterá protestantismo vivo”, a revista Mensageiro da Paz da CPAD edição de janeiro de 2013 aponta que estudos mostram que o que manterá o protestantismo vivo em todo o mundo nas próximas décadas será o pentecostalismo.
O Mensageiro da Paz, a mais importante publicação da Assembleia de Deus no Brasil, publicou um relatório especial que destaca que os pentecostais são o maior segmento dos protestantes. De acordo com seu relatório, os cristãos pentecostais no mundo são 630 milhões. Ou seja, 70% dos 900 milhões de protestantes que existem no mundo são pentecostais.

No Brasil, o número de membros de igrejas pentecostais está crescendo. De acordo com censo de 2010 realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), houve aumento de pentecostais em todas as regiões do Brasil, especialmente da Igreja Assembléia de Deus.

Os evangélicos no Brasil são mais de 22,2%, onde 25 milhões de membros são representados pelas denominações Assembleias de Deus, Deus é Amor, Brasil para Cristo, Comunidade Sara Nossa Terra, Igreja Quadrangular e muitas outras.
Outros estudos confirmam essa tendência. Uma estimativa do Instituto Hartford de Pesquisa Religiosa diz que, em 2025, os pentecostais serão mais de um bilhão em todo o mundo, representando 45% de todos os cristãos (católicos, ortodoxos e protestantes em geral).
Nas últimas décadas tem havido um “crescimento explosivo” nos pentecostais, principalmente na África, América Latina e Ásia. Uma pesquisa realizada em (2006) pelo Pew relata que, por exemplo, a maioria dos evangélicos no Brasil se identificou como pentecostal.
Contudo, esse crescimento está sendo comprometido no Brasil nos últimos dez anos por ideologias esquerdistas oriundas de setores das igrejas protestantes tradicionais, de onde sai não somente o grosso da esquerda ideológica evangélica, mas também a principal oposição ao pentecostalismo e neopentecostalismo.
Ainda assim, os pentecostais são, na opinião dos promotores da cultura da morte, os que mais impedem a devassidão patrocinada pelas autoridades esquerdistas e, segundo os líderes petistas Gilberto Carvalho e José Dirceu, os televangelistas neopentecostais são o maior impedimento para o avanço total do socialismo, pela postura que esses evangelistas têm contra o aborto e o homossexualismo.
Com informações do InforGospel.
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s