Líder do PMDB diz que é preciso deixar Feliciano mostrar seu trabalho

Líder do PMDB diz que é preciso deixar Feliciano mostrar seu trabalhoLíder do PMDB diz que é preciso deixar Feliciano mostrar seu trabalho

Ao contrário de muitos líderes partidários que querem forçar o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) renunciar o cargo de presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, o líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha defende a permanência do parlamentar evangélico.

Para ele “não há o que fazer” para que Feliciano aceite renunciar e por isso é preciso deixá-lo trabalhar. “Protestam contra a permanência dele, mas nem deixam que ele se manifeste”, disse.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), se reuniu com outros líderes partidários para tentar encontrar uma alternativa para o caso. Nos últimos 20 dias Marco Feliciano tem sido alvo de diversos protestos contra a sua eleição como presidente da CDHM.

Em entrevistas o parlamentar evangélico já deixou claro que não pretende renunciar do posto e pede para que as pessoas deixem ele conduzir as pautas da comissão como o caso da cidade baiana onde a população está sofrendo com a contaminação de chumbo e o caso dos corintianos presos na Bolívia, um deles estaria com sérios problemas de saúde e correndo risco de morte. Com informações Folha de SP.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s