O que diz a Bíblia sobre o dízimo? O cristão deve entregar o dízimo?

Muitos cristãos lutam com a questão do dízimo. Em algumas igrejas o dízimo é mais enfatizado. Ao mesmo tempo, muitos cristãos se recusam a submeter-se às exortações bíblicas sobre como fazer ofertas ao Senhor.

O Dízimo / doação é de fato uma alegria e uma bênção. Infelizmente, isso é mal ensinado nas igreja de hoje.

O dízimo é um conceito do Velho Testamento. O dízimo era uma exigência da lei em que todos os israelitas entregavam 10 por cento de tudo o que ganhavam para o Tabernáculo / Templo (Levítico 27:30 , Números 18:26 , Deuteronômio 14:24 , 2 Crônicas 31:5 ).

Na verdade, na Lei do Antigo Testamento eram necessários vários dízimos que equivale hoje a cerca de 23,3 por cento , e não os 10 por cento que é geralmente considerado o valor do dízimo hoje. Alguns entendem o dízimo no Velho Testamento como um método de tributação para suprir as necessidades dos sacerdotes e levitas no sistema sacrificial.

O Novo Testamento em nenhum lugar ordena, ou até mesmo recomenda que os cristãos submetam-se a um sistema de dízimo legalista. Paulo afirma que os crentes devem reservar uma parcela de sua renda a fim de apoiar a igreja ( 1 Coríntios 16:1-2 ) .

O Novo Testamento em nenhum lugar designa um percentual da renda de uma pessoa para esse propósito, mas apenas diz que é para ser “de acordo com a renda” (1 Coríntios 16:02 ). Alguns na igreja cristã tomaram a figura de 10 por cento do dízimo do Velho Testamento para aplicar como um “mínimo recomendado” para os cristãos em suas doações.

O Novo Testamento fala sobre a importância e os benefícios da doação. Devemos dar o quanto somos capazes. Às vezes isso significa dar mais do que 10 por cento, às vezes isso pode significar dar menos. Tudo depende da capacidade do cristão e das necessidades da igreja. Todo cristão deve diligentemente orar, e buscar a sabedoria de Deus na questão de participar do dízimo e / ou o quanto dar (Tiago 1:5). Acima de tudo, todos os dízimos e ofertas devem ser administrados com motivos puros e uma atitude de adoração a Deus e de serviço ao corpo de Cristo. “Cada um dê conforme determinou em seu coração , não com tristeza ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria” ( 2 Coríntios 9:7 ).

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s