Refugiados cristãos são perseguidos por muçulmanos na Europa

Pelo menos um ex-islâmico foi morto por aceitar Jesus

Refugiados cristãos são perseguidos por muçulmanos na Europa
Refugiados são perseguidos por muçulmanos na Europa

Milhares de refugiados cristãos que conseguiram escapar da morte nas guerras no Oriente Médio quando chegam à Europa continuam sendo perseguidos e ameaçados por muçulmanos.

Primeiramente, eram casos pontuais, nos campos de refugiados em diversos países. Contudo, agora surgem denúncias mais sérias.

Entre as comunidades de refugiados árabes na Alemanha, por exemplo, a minoria cristã está sendo perseguida e sofrendo agressões físicas. O portal Jihad Watch, veiculou denúncias de espancamentos e destruição de símbolos religiosos. Para o site jornalístico especializado em monitorar o extremismo islâmico, “a Europa comete suicídio publicamente”.

Os refugiados estão sofrendo o mesmo tipo de perseguição que era infligida sobre eles pelo Estado Islâmico na Síria e no Iraque, mas em pleno solo europeu. Essa é a denúncia do portal Catholic Herald.

O arcebispo da cidade de Colônia, Rainer Woelki, declarou: “Nossa preocupação está aumentando porque os políticos e as autoridades das agências de segurança não estão levando essas ameaças a sério… A Alemanha deveria posicionar-se clara e favoravelmente à liberdade religiosa e ao direito à liberdade de consciência. Esse é um direito que os próprios cristãos já tiveram, nas nações árabes que agora foram dominadas pelas organizações extremistas”.

Ao mesmo tempo, o pastor luterano Gottfried Martens, vem alertando sobre o aumento no número de gangues dedicadas à perseguição da minoria árabe cristã, nos centros de acolhimento a refugiados.

O pastor explica que os cristãos são proibidos de usar as cozinhas por serem acusados de “espalhar impureza”. Em outras ocasiões foram forçados a assistir vídeos de decapitações. Muitos já foram espancados e tiveram seus símbolos religiosos roubados.

O ministério Portas Abertas afirma que houve uma série de incidentes similares no norte da França. Iranianos que se converteram a Jesus estão sendo perseguidos pelos muçulmanos iraquianos. Há registro de que pelo menos um convertido iraniano foi assassinado por causa de sua fé.

Michel Varton, diretor da Portas Abertas na França lamenta:  “Muitos desses cristãos estão fugindo da perseguição e discriminação. Já estão traumatizados pela sua terrível experiência no Oriente Médio. Imagine o seu desespero ao perceber que, após chegar na França sofrem a mesma discriminação e ódio dos imigrantes muçulmanos”.

Ele conta que muitas igrejas europeias “têm demonstrado dedicação e interesse em ajudar os refugiados cristãos e aqueles que estão realmente interessados ​​na fé cristã”.

O parlamentar britânico David Alton, criticou a ineficácia do governo britânico em impedir esse tipo de situação. “Imagine quando as pessoas que fugiram do genocídio pensam que chegaram à Europa e terão segurança, apenas para descobrir que a perseguição os seguiu até aqui”.

Ele enunciou que entrou com um pedido junto a um juiz do Supremo Tribunal para que seja feita “uma revisão judicial sobre esta questão [dos imigrantes]”.

Fonte: Refugiados cristãos são perseguidos por muçulmanos na Europa

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s