Os cristãos mais influentes do mundo, segundo a revista Time

Sérgio Moro é o único brasileiro na lista

Os cristãos mais influentes do mundo, segundo a Time

 

A revista Time publicou esta semana uma lista das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2016. O site CBN destacou quem são os cristãos com destaque neste relatório.

Como é frequente, a revista reconheceu o papa Francisco, mas esse ano incluiu Mussie Zerai, o sacerdote eritreu que salvou a vida de milhares de imigrantes no contexto da crise migratória, trabalhando com os africanos que tentaram cruzam o mar para a Europa.

Na arena política, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que já disse em entrevistas: “Eu acredito em Deus, ele é meu companheiro constante, e tem sido tudo na minha vida”.

Paul Ryan, o presidente do Congresso dos Estados Unidos, tem sido discreto ao vocalizar sua fé, embora tenha pedidos que os deputados orassem ‘uns pelos outros’. Católico praticante, ele afirma: “A fé de uma pessoa é fundamental para determinar como ela se comporta em público e em privado. Então, para a minha fé, o que nós chamamos de magistério social determina como aplicar a doutrina em sua vida cotidiana”.

A revista também incluiu John Kerry, secretário de Estado dos Estados Unidos, que uma vez declarou: “As Escrituras dizem: ‘meu irmão, se alguém disser que tem fé, mas não tem obras, para que serve? Quando nós olhamos para o que está acontecendo na América hoje, onde estão as obras de compaixão?”

Por fim, o pré-candidato a presidente Ted Cruz, que sempre fala em público sobre sua fé evangélica. Filho de pastor, durante sua campanha repetidas vezes afirmou que sua fé em Jesus é determinante para sua conduta e propostas.

Na área dos esportes, a Times incluiu o jogador de basquete Stephen Curry, do Warriors. Evangélico, ele posta seguidamente versículos em suas contas nas redes sociais. Questionado por seu costume de comemorar os pontos que faz com o dedo para cima, disse: “Toda vez que faço uma cesta, bato no peito e apontou para o céu. Com isso simbolizo que tenho Deus no coração”.

Além disso, destaque para o piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton. O britânico declarou: “Minha fé é importante para mim. Eu realmente acredito que o meu talento é um dom de Deus. Sei que sou verdadeiramente abençoado”.

Já o corredor jamaicano Usain Bolt, considerado o homem mais rápido do mundo, disse em entrevista: “Agradeço a Deus por tudo que ele fez por mim, porque sem ele nada disto seria possível”.

O único brasileiro na lista da Time é o juiz Sergio Moro, que conduz as operações da “Lava Jato”. Embora haja um boato na internet de que ele seja membro de uma igreja batista, sua mãe afirma que é um católico praticante. Na página de Facebook criada pela esposa, foi revelado que ele precisou esconder seu perfil na rede social por causa da fama.

Chama atenção o fato que ele usa como imagem não uma foto sua, mas a do juiz britânico William Erle, que viveu século XVIII. Protestante, Erle ficou famoso por sua postura conservadora e, devido ao momento vivido pela Inglaterra, defendia a ruptura definitiva do país com a Igreja Católica.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s