Bancada evangélica realiza sessão em homenagem a Israel

Sessão solene organizada pela bancada evangélica em homenagem a Israel comemorou os 68 anos da fundação do Estado

A Câmara dos Deputados realizou, na última quinta-feira, 19 de maio, uma sessão solene para homenagear os 68 anos da fundação do Estado de Israel. A iniciativa partiu de uma proposta do deputado Jony Marcos (PRB-CE).

A sessão foi conduzida pelo proponente, acompanhado do deputado João Campos (PRB-GO), presidente da bancada evangélica, e o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA).

Entre os convidados para a sessão solene estavam o ministro Lior Ben Do, representante da embaixada de Israel, e Paulo Maltz Milton Seligman, vice-presidente da Confederação Israelita do Brasil (CONIB). A cantora Fortunee Joyce Safdie cantou o hino nacional israelense e o brasileiro.

Diversos parlamentares discursaram, e muitos deles fizeram menção à passagem bíblica de Gênesis 12:3, em que Deus faz promessas ao povo judeu: “Abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem”.

O pastor Roberto de Lucena (PV-SP) lembrou das relações de amizade entre israelenses e brasileiros, enfatizando que a nação de “Israel é a segunda pátria de todos os que se consideram cristãos”.

Já o pastor assembleiano Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) lembrou a recente crise diplomática com Israel, protagonizada pelo governo Dilma Rousseff (PT) e recomendou a correção de rumos: “O país vive uma das piores crises já vistas… é uma crise espiritual também. Precisamos voltar o nosso olhar, o nosso coração para Deus… valorizar os laços de irmandade e fraternidade com o Estado de Israel”, comentou.

O conceito que rege a sociedade ocidental, baseado nos princípios judaico-cristãos, foram destacados pelo pastor Marco Feliciano (PSC-SP), e afirmou que o Brasil tem muito a aprender com Israel, apesar do “ódio” que os partidos de esquerda no Brasil nutrem contra o país.

A deputada Geovânia de Sá (PSDB-C) afirmou que Israel é um “exemplo para o mundo” e parabenizou o aniversário de fundação do Estado israelense, que mesmo pequeno territorialmente e perseguido pelos vizinhos, é um dos mais avançados em tecnologia, economia, educação e agricultura.

O presidente da bancada evangélica, deputado João Campos, leu uma nota em nome de quatro senadores e 199 parlamentares cristãos, e destacou que os signatários daquele documento discordavam da forma como o governo anterior deteriorou as relações diplomáticas com Israel movido por questões ideológicas, o que resultou na recusa do nome do embaixador Dany Daian.

Campos frisou que a presidente afastada foi intolerante com os israelenses, ao mesmo tempo que defendeu diálogo com os terroristas do Estado Islâmico – durante um discurso na ONU – e com as autoridades do Irã, nação que prega a destruição de Israel.

Assista à sessão na íntegra:

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s