O que é o Batismo com Fogo?

João Batista disse a uma grande multidão que se reuniu onde ele estava batizando: “E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo. Mateus 3:11”.

“Aquele que vem depois de mim” estava se referindo a Jesus Cristo. Então João estava dizendo que ele estava batizando com água e Jesus (no futuro) batizaria com o Espírito Santo e com fogo.

A palavra batizar vem de uma palavra grega (baptízō) que significa “mergulhar, imergir, submergir”. João batizava as pessoas na água do rio Jordão.

Batismo com o Espírito Santo

Depois de Sua morte e ressurreição, Jesus Cristo apareceu por 40 dias para muitos dos seus discípulos. Foi durante uma dessas aparições que Ele disse que os discípulos seriam batizados com o Espírito Santo (Atos 1:5).

Quando esses discípulos receberam o Espírito Santo no dia de Pentecostes (Atos 2), se cumpriu a profecia de João Batista, no entanto, algumas pessoas acreditam que, nesse mesmo dia, o batismo com fogo também ocorreu. Isto é baseado em um mal-entendido de Atos 2:3: “E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.”

É necessário atentar que estas eram línguas de fogo, não fogo literal. Além disso, a Bíblia não descreve fogo para nenhum outro cristão batizado.

Muitas pessoas religiosas acreditam que Jesus realiza um batismo com o Espírito Santo e com fogo. Mas a Bíblia mostra que Ele introduziu dois batismos distintos e separados: o batismo com o Espírito Santo e o batismo com fogo.

Quantas vezes você já ouviu que uma pessoa quer receber o batismo com o Espírito e com Fogo? Analisando as escrituras entende-se que não é um mesmo batismo, mas sim batismos distintos.

O batismo com fogo

É importante notar o contexto de Mateus 3. Grandes multidões vieram para testemunhar o batismo e mensagem de João. Alguns foram batizados; outros não foram. Aqueles que João se recusou a batizar eram alguns dos fariseus e dos saduceus, a quem Jesus muitas vezes rotulava de hipócritas. João ainda chamou-os de “raça de víboras” (versículo 7).

Nos versículos 10-12, João advertiu os fariseus hipócritas e saduceus do seu destino, se eles se recusassem a se arrepender eles seriam jogados no fogo!

O contexto nos mostra que o batismo com o Espírito Santo é sinal do arrependimento, de uma inclinação para uma vida com Deus, mas o batismo com fogo é o juízo, a punição para aqueles que não receberam o Espírito Santo.

Logo após dizer que Jesus Cristo iria batizar com “o Espírito Santo e com fogo” no versículo 11, João usou uma analogia no verso 12. Jesus não só “recolherá o seu trigo no celeiro; mas queimará a palha em fogo inextinguível. “Isso significa que, depois de sua segunda vinda, Cristo levará os convertidos arrependidos para Seu Reino, e irá consumir os ímpios com fogo, chamados em Apocalipse 19:20 no lago de fogo.”

Punição pelo fogo

O apóstolo Pedro foi inspirado a escrever sobre o tempo futuro de punição em 2 Pedro 3: 10-12. Esta passagem descreve um fogo que vai engolir toda a terra com intenso calor que vai queimar a face da terra e tudo sobre ela. No entanto, o versículo 13 diz que após este ocorrido novos céus e uma nova terra surgirão. Este versículo nos dá a compreensão de que este fogo não será o fim de tudo.

Este mesmo evento é referido em Apocalipse 21:8, onde aprendemos que as pessoas que persistem em pecar e que são ímpias serão destruídas “no lago que arde com fogo”.

Este ponto também foi profetizado por Malaquias, centenas de anos antes de João que escreveu o livro do Apocalipse.

Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo. Malaquias 4:1

O batismo com fogo será a destruição dos pecadores incorrigíveis. Algumas dessas pessoas são descritas em Hebreus 6:4-6 e 10:26-27.

Deus também destruiu Sodoma e Gomorra com fogo. A diferença é que as pessoas que pereceram em Sodoma e Gomorra serão ressuscitadas no Julgamento do Grande Trono Branco (Apocalipse 20: 11-13; ver também Mateus 11: 23-24). Por outro lado, a Bíblia mostra que aqueles que são destruídos no lago de fogo serão destruídos para sempre.

Na verdade, Jesus é Aquele que vai autorizar a destruição dos ímpios no lago de fogo. Este ponto é ilustrado em Mateus 13: 40-42 na parábola do joio. Os pecadores serão imersos ou tragados no lago de fogo. Este é o batismo com fogo, e este é o batismo que nenhum de nós quer passar!

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s