Por que os filhos deste mundo são mais prudentes que os filhos da Luz? 

E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz. Lucas 16:8

Jesus estava ensinando seus discípulos através de uma parábola, resumidamente, um homem rico tinha um empregado que administrava seus bens, este fora acusado de má administração e o patrão avisou que o mandaria embora. Este sabendo que ficaria sem onde ir chamou os devedores do patrão, e deu um “desconto” na dívida, para que quando estivesse na rua pudesse “cobrar” o favor.

E louvou aquele senhor o injusto mordomo

Imagine você que após ler a parábola o patrão daquele administrador elogia o empregado que agiu na “malandragem”, será que Cristo estava orientando que quando alguém estiver prestes a enfrentar situações difíceis pode usar de quaisquer meios para “se dar bem”?

Claro que isso não condiz com as escrituras e nem com o ensino de Cristo, primeiro temos que entender que não é Cristo que está elogiando o administrador, que em algumas traduções é chamado de desonesto, mas sim o seu patrão.

por haver procedido prudentemente

Em algumas traduções é dito que o administrador agiu com sabedoria, e esse foi o motivo da admiração de seu patrão, uma vez que o seu futuro passou a contar com uma nova perspectiva e ficou totalmente comprometido, passou a viver no agora, em favor de seu futuro, e essa sim é a mensagem principal de Cristo para os discípulos, e para todos os cristãos.

O que precisamos entender é que quando nos tornamos cristãos, seguidores de Jesus Cristo, nossa perspectiva sobre o futuro é alterada completamente, isso deveria causar uma mudança radical de vida, com atitudes que irão favorecer aquilo que esperamos no futuro, e essa foi a atitude do administrador.

porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz

Cristo alerta para o fato de que as pessoas que estão no mundo são mais perseverantes, atuam com mais sabedoria em relação as coisas próprias do mundo, do que os que servem a Deus, em relação a vida eterna.

Não é difícil você encontrar pessoas realmente comprometidas com os seus objetivos terrenos, o problema é quando alguém que deveria buscar os valores espirituais se perdem na busca pelo prazer e reconhecimento terreno.

Conclusão

Esta parábola não aprova a negociação do administrador, pois foi definitivamente roubo, mas parábolas são definidas para mostrar uma coisa de uma maneira secreta, e por assim dizer, para apresentar a verdade por meio de uma alegoria, de modo que por esta parábola Cristo nos ensina que os homens do mundo são mais espertos nos assuntos deste mundo do que os filhos de Deus para a vida eterna.

Paulo chama um de carnal e o outro de espiritual.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s