Um Presente Precioso demais para Aceitar 

Estando Davi nessa fortaleza, e o destacamento filisteu em Belém, Davi expressou este forte desejo: “Quem me dera me trouxessem água da cisterna da porta de Belém!”. Então aqueles três atravessaram o acampamento filisteu, tiraram água da cisterna e a trouxeram a Davi. Mas ele se recusou a beber; em vez disso, derramou-a como uma oferta ao Senhor e disse: “O Senhor me livre de beber desta água! Seria como beber o sangue dos que arriscaram a vida para trazê-la! ” E Davi não bebeu daquela água. Foram esses os feitos dos três principais guerreiros. 2 Samuel 23:14-17

O desejo de Davi

Davi teve que fugir muitas vezes, de Saul, dos inimigos e certa vez até mesmo de seu próprio filho que maquinou para usurpar o trono. Na narrativa acima ele estava mais uma vez fugindo, se escondendo em uma caverna.

Belém era a terra natal de Davi, e provavelmente vê-la sob o domínio do maior inimigo de Israel da época pode ter pesado o coração.

Um dos funcionários respondeu: “Conheço um dos filhos de Jessé, de Belém, que sabe tocar harpa. É um guerreiro valente, sabe falar bem, tem boa aparência e o Senhor está com ele”. 1 Samuel 16:18.

O desejo de Davi era justo e compreensivo, o fato é que não era apenas beber água, isso ele poderia fazer em outros locais, mais do que isso, estava assombrado pela saudade que não escapa nem aos mais valentes guerreiros.

Não é difícil encontrar pessoas nessa situação nos dias de hoje, por fora parecem feitos de aço, são conhecidos como “fortes”, e você talvez já tenha falado, não sei como ele pode suportar tudo isso, se fosse eu já teria desabado.

Em meio a agitação e os conflitos da vida diária, os bens materiais e as coisas fúteis, por baixo de toda essa casca grossa, da armadura dos sentimentos, existe o desejo incompreendido pela Água Viva.

Os Três Guerreiros

Jabesão, Eleazar e Samá, homens acostumados com a batalha, se compadeceram do líder, o que foi descrito na Bíblia em uma frase curta, (“atravessaram o acampamento dos Filisteus”) não é o mesmo de ir na esquina, é algo que deu trabalho e poderia custar a própria vida.

Jesus chegou a dizer em uma referência a Ele mesmo: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.” João 15:13

Essa era a “igreja” de Davi, uma comunidade onde uns se importavam com os outros, é provável que os 3 valentes enxergaram em Davi alguém de valor, que se importava com a comunidade, e isso fica claro quando lemos a história de Golias, mesmo a “luta” não sendo dele, não podia suportar ver o povo oprimido daquela forma, justamente porque acreditava em um Deus maior do que tudo aquilo.

Será que estamos vivendo dessa forma na igreja e fora dela? Uma comunidade capaz de alterar radicalmente a forma de pensar, onde se deixa para trás os próprios valores e se compadece pelo próximo?

A Água da Cisterna

Alguns comentaristas acreditam que ocorreu no caso uma falha de interpretação, isso porque não havia nada demais nessa água da cisterna, era uma água de chuva normal e portanto Davi estaria se expressando apenas para retomar Belém, outros pensam que ele queria a ajuda do Sacerdote que estava em Belém e alguns que se tratava de um desejo de refrigério por parte de Deus para ele.

Independente da interpretação que possam dar o fato é que agora a água que poderia ter custado a vida de 3 grandes homens estava diante dele. E a reação de Davi é impressionante, ele poderia simplesmente ter agradecido e tomado daquela água, ou apenas dito vou tomar só um gole e o restante vou colocar diante de Deus.

Não, em vez disso, derramou-a como uma oferta ao Senhor, era o que ele tinha de mais precioso, era algo considerado precioso demais para o seu próprio uso.

Existe muita discussão atualmente em relação ao que entregar a Deus, o dízimo? a oferta? os bens? Veja que Davi não tinha a “obrigação” de derramar a água em oferta a Deus, pode parecer um desperdício, algo parecido aconteceu com a mulher que lavou os pés de Jesus com perfume e secou com os cabelos:

Então Maria pegou um frasco de nardo puro, que era um perfume caro, derramou-o sobre os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos. E a casa encheu-se com a fragrância do perfume. João 12:3

Esse é o problema dos dias atuais, Cristo entregou a sua vida, e nós deveríamos dar a nossa vida, isso é o que temos de mais precioso, e uma vez que damos a nossa vida, nada mais importa tudo gira em torno de Cristo, tudo gira em torno do Reino, mas muitos querem voltar a viver sobre regras, querem entregar o dízimo, a oferta e achar que tem “direito” de fazer o que quiser com todas as outras coisas.

Não é por acaso que Davi é conhecido como o homem segundo o coração de Deus, é notório o seu zelo para com o Senhor, essa pequena passagem muito pode nos ensinar a respeito do Reino de Deus.

Fonte: Biblia Comentada Um Presente Precioso demais para Aceitar – Biblia Comentada

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s