Revelarei conhecimentos grandiosos e inacessíveis que não sabes 

Invoca-me e te responderei, e te revelarei conhecimentos grandiosos e inacessíveis, que não sabes. Jeremias 33:3

Clama a mim

Invoca-me ou Clama a mim como é utilizado na maioria das traduções remete ao Deus que está disponível, que deseja um relacionamento com o homem. Jeremias já havia falado dessa expectativa:

Eu sei os pensamentos que tenho acerca de vós, diz Jeová, pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma expectação. Invocar-me-eis, e ireis e orareis a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Jeremias 29:11-13

Existem inúmeras passagens nas Escrituras com referência a resposta de Deus aos que o buscam, aos que o invocam, aos que confiam no Senhor em todos os momentos.

É comum encontrarmos a indagação das pessoas sobre o por que Deus não responde ou apenas fica em silêncio, o fato é que Deus garante que responde, mais do que isso, garante que pode ser encontrado quando alguém buscá-lo de todo coração.

Isso não deve ser confundido com uma emoção momentânea, menos ainda quando estamos passando por alguma necessidade e confundimos a nossa petição com intensidade como estar pedindo com grande fé.

Quando os pecadores são, portanto, justificados, lavados, e santificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito Santo, eles são capazes de andar diante de Deus em paz e pureza. Muitos são levados a perceber a diferença real entre o povo de Deus e do mundo, então a confiança em Deus prevalece em meio as circunstâncias.

te revelarei conhecimentos grandiosos e inacessíveis

Muitos utilizam esse versículo para pedir a Deus o conhecimento sobre algo que quer muito saber, ou de alguma pessoa, ou sobre o futuro, ou até mesmo sobre o passado.

Esse versículo na versão “O Livro” é descrita da seguinte forma:

Pede-me e dir-te-ei alguns segredos notáveis que ignoras. Pois que, mesmo tendo derrubado casas, e até o palácio do rei, para obter material a fim de fortalecer as muralhas contra os instrumentos de ataque com que o inimigo sitia a cidade, mesmo assim os babilónios entrarão; e os homens desta cidade poderão considerar-se como mortos, pois já determinei que sejam destruídos, na minha tremenda cólera. Abandonei-os por causa da sua terrível maldade, e não terei compaixão deles quando implorarem o meu socorro. Jeremias 33:3

Jeremias é considerado o profeta chorão, que muito sofreu nas mãos do Rei de Israel, que insistia em dar as costas para Deus e odiava o profeta por suas repreensões, era um cenário de caos, a Babilônia estava prestes a arrasar com os hebreus.

Deus então revela ao profeta uma verdade grandiosa:

Dias virão, declara o Senhor, em que cumprirei a promessa que fiz à comunidade de Israel e à comunidade de Judá. Naqueles dias e naquela época farei brotar um Renovo justo da linhagem de Davi; ele fará o que é justo e certo na terra. Naqueles dias Judá será salva e Jerusalém viverá em segurança, e este é o nome pelo qual ela será chamada: O Senhor é a Nossa Justiça. Jeremias 33:14-16

O Messias seria enviado e traria a restauração do homem, um Renovo, a forma como Cristo viria e viveria na Terra era algo realmente impensável para um judeu daquela época.

O fato é que Deus pode revelar coisas maravilhosas, mas geralmente servirá para um propósito para o Reino, para a salvação de vidas, para que o Evangelho avance, e não para que os nossos desejos carnais sejam satisfeitos.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s