Não se achem melhores do que realmente são

Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu. Romanos 12:3

O versículo na versão NTLH – Nova Tradução na Linguagem de Hoje, consta da seguinte forma:

Por causa da bondade de Deus para comigo, me chamando para ser apóstolo, eu digo a todos vocês que não se achem melhores do que realmente são. Pelo contrário, pensem com humildade a respeito de vocês mesmos, e cada um julgue a si mesmo conforme a fé que Deus lhe deu. Romanos 12:3

Pois pela graça que me foi dada

Através do favor do ministério apostólico. Pela autoridade que lhe é conferida em mim para declarar a vontade de Deus como um apóstolo;

Paulo em diversas oportunidades mencionou o fato de ser apóstolo segundo chamado de Jesus Cristo, para quem recebia a mensagem, poderiam entender a autoridade com que foram escritas.

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus… Colossenses 1:1

digo a todos vocês

Nos versículos anteriores o apóstolo está falando sobre a renovação da nossa mente em relação ao mundo, o padrão do mundo não serve para os que estão em Cristo Jesus, e com isso precisamos repensar nossas atitudes, conceitos, convicções, etc…

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

O apóstolo está prestes a introduzir algumas considerações adicionais para impor o que ele tinha acabado de dizer, ou para mostrar como podemos evidenciar uma mente que não se conforma com o mundo.

ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado

Por conta de qualquer dom especial conferido a ele, ou qualquer cargo público atribuído a ele na igreja ou fora dela não deve ser levantada com orgulho por conta do mesmo, ou de sua própria sabedoria ou compreensão, de modo a arrogar-se ou tomar sobre si, mais autoridade do que convém.

Qual é o verdadeiro padrão pelo qual devemos estimar-nos? Esta é uma advertência contra o orgulho; e uma exortação a não julgar de nós mesmos por nossos talentos, riqueza ou função, mas para formar um outro padrão de julgamento de nós mesmos, agora pelo nosso caráter cristão.

Tanto naquela época como na atual o hábito vigente de julgar as pessoas é segundo a categoria, ou fortuna, ou diplomas, ou função. Enquanto este hábito prevalece no mundo, existe o perigo que também pode prevalecer na igreja. E a exortação foi a de que eles não devem julgar os seus próprios membros pelos modos habituais entre as pessoas, mas por suas realizações cristãs.

Em vez de julgar por aquilo que constitui a verdadeira excelência de caráter, muitos se orgulham do que não tem valor intrínseco; nas realizações externas;

tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu

Essa é a chave para alguém não se achar mais especial do que os outros, entender que tudo o que possui é uma dádiva de Deus.

Quando você considera que é Deus quem deu tudo, não existe razão para se engrandecer em qualquer circunstância, especialmente quando você lembrar que esta distribuição é feita não só, ou principalmente, por suas próprias causas, mas para que todo o corpo seja beneficiado.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s