E se formos infiéis?

As tempestades do fim dos tempos são de apavorar. Por isso, assegure sua ancoragem em seu poderoso Deus.

Mas Deus é fiel!

“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar” (1Coríntios 10.13 – ARA).

Que Ele é o eternamente Fiel, isso ninguém tem a menor dúvida. Deus cumpre a Sua Palavra. Aquilo que Ele prometeu, isso será cumprido. Suas milhares de promessas soam como uma forte batida de martelo na bigorna divina: “mas Deus é fiel!”

Qual foi a resposta dos israelitas depois que Deus os salvou milagrosamente? Eles pisaram a fidelidade de Deus com seus pés. Enquanto Ele Se preocupava amorosamente pelo bem-estar deles, os israelitas entregaram-se à rebeldia, saudaram o bezerro de ouro como seu deus. Entregaram-se à devassidão. Tentaram ao Senhor. Murmuraram contra Deus. Se opuseram ao Altíssimo como se fossem crianças malcriadas. Por isso Deus permitiu que eles morressem no deserto.

Que tal, se Deus agisse assim conosco? Quantas vezes também nós O entristecemos! Apenas uma olhada ao nosso coração seria suficiente. Nosso dia a dia confirma isso.

Por esse motivo, o apóstolo Paulo nos lembra dessa chocante história de Israel e nos previne contra qualquer presunção. Seu chamado ecoa através do “dormitório” da Igreja: “Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!” (1Coríntios 10.12).

“Estar firme” não é uma brincadeira infantil. A luta espiritual exige disciplina, autocontrole e firmeza. É por isso que Paulo pede com insistência: andem na trilha correta! Cuidem para não serem subjugados por Mamom! Mantenham a pureza! Não se rebelem contra a vontade de Deus! Assim, por sermos assediados por todos os lados, deveríamos manter essa promessa viva em nossa mente: “mas Deus é fiel!”

As tempestades do fim dos tempos são de apavorar. Por isso, assegure sua ancoragem em seu poderoso Deus. Não é possível ficar parado em uma perna só! E aquele que, mesmo com as duas pernas, fica capengando, certamente em breve perderá o chão sob os pés. A verdadeira fé enxerga o mundo assim como ele realmente é, ou seja, com olhos vigilantes. Ele se opõe às ondas do maligno e está disposto a se empenhar pelo que é mais elevado. A fé vê a eterna fidelidade de Deus em tudo – mesmo que nossa vida seja atribulada.

Ah, seria desesperador se nosso Senhor Jesus apenas avaliasse nossa eficiência e fidelidade. A soma seria miserável! Abaixo do traço constaria apenas um resultado magro.

O que acontece, então, quando os ataques do inimigo se tornam mais intensos, quando forças e poderes se levantam contra nós e nos levam a grandes dificuldades?

“…mas Deus é fiel!” – Como essa ideia nos consola! Não, nosso Senhor não permitirá que o inimigo abra sua goela para nos engolir. Mesmo que os tempos se tornem mais pavorosos e os filhos de Deus estejam cada vez mais à mercê do inimigo: mas Deus é fiel.

(Não, nosso Senhor não permitirá que o inimigo abra sua goela para nos engolir.)

Esse “mas” de Deus é para nós como uma muralha de concreto à prova de balas que se interpõe. Sem a Sua permissão, nada nos acontece! Nada!

O olhar para a fidelidade de Deus nos proporciona confiança e esperança. Não precisamos perguntar: “O que sucederá no futuro? Como me arranjarei com minha solidão quando for idoso? Como terminará minha jornada aqui? O que acontecerá com os meus queridos, pelos quais orei durante tantos anos? Conseguirei superar os obstáculos da vida? O que será de minha saúde? O que acontecerá com meus filhos e netos?” – Veja você mesmo, se não há milhares de pensamentos opressores que nos querem desviar do bom senso?

Como é bom sabermos a respeito da fidelidade de nosso Salvador! Ele, que começou a boa obra em você e em mim, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus (ver Filipenses 1.6). Completar – você entendeu? Ele não permite que algum dos Seus filhos seja prejudicado. O selo de bondade em nossa vida contém unicamente o Seu Nome. Apesar de todas as falhas em nossa vida, Paulo nos diz:

“Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8.38-39).

Isso não nos comove?… mas Deus é fiel! Eu sei que o inimigo muitas vezes sussurra ao nosso ouvido: “Dessa vez o seu Deus vai abandoná-lo! Onde está o cumprimento daquilo que Ele prometeu?” Deveríamos responder: “Sim”, mas podemos afirmar com vigor: “… mas Deus é fiel!”

Esse pensamento deveria nos levar a colocarmos todos os nossos desejos e esperanças, todos os nossos pedidos e preocupações em um só pacote, com a inscrição: “… mas Deus é fiel!”

(Não devemos duvidar da fidelidade de Deus quando ocorrerem horas obscuras em nossa vida.)

Recordo-me de um agricultor, o qual, enquanto arava o solo, tinha grandes dúvidas quanto à fidelidade de Deus. Faltava-lhe a certeza da salvação. Cada vez em que ele redirecionava o arado, ele se ajoelhava e convertia-se novamente. Então, ao pensar sobre isso, ele se lembrou dessa maravilhosa promessa que Deus concedeu para todos os que creem Nele.

Imediatamente o agricultor tomou uma estaca, cravou-a no solo, ajoelhou-se e, com lágrimas confessou sua falta de confiança em Deus. Depois disso ele continuou tranquilamente a arar a terra. O Diabo, porém, renovou os ataques e pôs dúvidas na conversão do agricultor. Este, tomado de uma repentina santa ira, gritou: “Olhe para a estaca! Ali eu entreguei minha vida para Jesus!”, e seu coração foi tomado por uma profunda paz que nunca havia sentido anteriormente.

Não devemos duvidar da fidelidade de Deus quando ocorrerem horas obscuras em nossa vida. Através de sua fé inocente, honre ao seu Senhor e Salvador.

Ele é fiel! Que grandioso Salvador nós temos! — Manfred Paul

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s