Não fique derrotado

Por que há tantos cristãos que seguem fielmente ao Senhor, mas que com frequência estão tão desanimados?

Vocês são os que têm permanecido ao meu lado durante as minhas provações” (Lucas 22.28).

São poucos os momentos em que a pessoa consegue viver com a despreocupação de uma criança. “Mesmo no riso o coração pode sofrer” (Provérbios 14.13). No entanto, por que há também tantos cristãos que seguem fielmente ao Senhor, mas que com frequência estão tão desanimados?

Lembramo-nos do homem de Deus, chamado Neemias, que se encontrava no cativeiro babilônico. Ele sofria ao se lembrar de casa: “Ah, Jerusalém! Cidade derrotada pelo inimigo! E eu estou aqui encurralado nessas muralhas, aprisionado!” Cada dia era como um tormento.

O rei observou o desânimo de seu prisioneiro: “‘Por que o seu rosto parece tão triste se você não está doente? Essa tristeza só pode ser do coração!’ Com muito medo, eu disse ao rei: Que o rei viva para sempre! Como não estaria triste o meu rosto se a cidade em que estão sepultados os meus pais está em ruínas e as suas portas foram destruídas pelo fogo?” (ver Neemias 2.1-3).

Ainda lembro das épocas em que, incumbidos por Deus, os pais fundadores de obras missionárias e escolas bíblicas, com a vida totalmente dedicada ao fervor missionário pelo Seu poder, proclamavam: “Nosso Senhor voltará!” – Essa verdade soava como um toque de trombeta em suas pregações. Hoje precisamos frequentemente temer pelo rumo bíblico nas pregações muitas vezes tão refinadas! E nas igrejas? É comum que se baseiam nos desejos da “clientela da igreja”. Nós, porém, não precisamos apenas de membros contribuintes, mas de discípulos de Jesus, que dediquem suas vidas ao serviço do Senhor.

Em várias ocasiões o Senhor Jesus precisou corrigir os pensamentos de Seus discípulos. Muitas vezes Ele abanava a cabeça em sinal de tristeza. Alguns deles, pouco antes da via dolorosa de Jesus, ainda discutiam entre si para saber quem era o maior entre eles. O próprio Pedro O negou. Depois, por ocasião da crucificação de Jesus, também os demais discípulos fugiram.

Sim, nós somos assim! Não seria algo doloroso tomarmos essas palavras para nós: “Vocês são os que têm permanecido ao meu lado durante as minhas provações”? Nós? Será que o Senhor Jesus não Se equivocou?

Aquele que anda na luz de Deus não fica se supervalorizando. Poderíamos ficar desanimados e deprimidos diante de nossas falhas. Houve tantas palavras más, duras, faladas sem amor! Houve pensamentos insensíveis! Houve várias ocasiões em que a ira ou raiva fecharam a porta com violência. Quando, então, a manifestação indigna se dissipou, surgiu novamente a vontade sincera de agradar ao Senhor Jesus. Você conhece algo assim?

Como é bom saber que a porta para a humilhação e para o perdão está aberta para nós! Quanta graça recebemos, pois, apesar de todas nossas falhas, temos a plena confiança de que Ele conhece o meu e o seu coração e observa as motivações existentes em nosso coração. Quanta graça Ele nos concede!

Por isso não devemos tatear na armadilha do Diabo, mas nos exercitar na disciplina espiritual. Existe o risco de permanecermos muito tempo abatidos após termos caído e assim damos oportunidade ao inimigo para que continue comemorando. Se você caiu, levante-se imediatamente, vista a armadura de Deus para que você possa, em nome de Jesus, enfrentar o inimigo.

Não, não se deixe derrotar. Você está destinado a vencer!

Deveria estar claro para cada leitor da Bíblia de que estamos vivendo no fim dos tempos. Por que, então, mesmo na própria igreja, os membros fiéis são postos de lado e isolados? Por que eles recebem um carimbo dizendo “ultrapassado”? Por que são zombados e “excluídos”?

O seu Senhor espera por você! Os fiéis serão recompensados maravilhosamente!

Lembre-se: os fiéis combatentes de Davi suportaram bravamente a situação de rejeição e de privação, e os seus nomes são até citados na Bíblia entre os heróis da galeria de honra de Davi (2 Samuel 23.8). Por isso, não fique constrangido se você teve alguma experiência semelhante. Não perca o ânimo! Não se deixe derrotar, mas carregue bravamente a condecoração de um desprezado discípulo de Jesus: “Vocês são os que têm permanecido ao meu lado durante as minhas provações”.

Não, você não foi esquecido pelo seu Senhor! Por isso, não se desespere! O Senhor Jesus observou a sua persistência, sua dedicação, sua fidelidade também em contribuir financeiramente, Ele sabe de todos os seus “esforços de amor”. Ele sabe que, nesse momento, o vento do tempo sopra em seu rosto. Fique firme nas provações! Resista lutando na arena da fé! Olhe para o alvo maravilhoso! O prêmio é a eterna coroa da vitória. Talvez você agora se encontre na última curva ascendente, sem poder enxergar além dela. Depois, o caminho segue diretamente ao alvo.

O seu Senhor espera por você! Os fiéis serão recompensados maravilhosamente!

Manfred Paul

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s