Omega Centauri – Um gigante reluzente

Deus mostra a Sua grandiosidade através do Universo, e Omega Centauri é um exemplo de Sua glória.

Omega Centauri pode ser visto a olho nu em noites escuras. Com o auxílio de um telescópio ele se revela como uma aglomeração de estrelas reluzentes. A organização de pesquisas europeia ESO conseguiu captar uma imagem do Omega Centauri através de um telescópio de alta tecnologia (2,2 m de diâmetro) instalado em La Silla, no Chile. Essa imagem nos aproxima dos mistérios desse brilhante ajuntamento de estrelas.

O astrônomo grego Ptolomeu e, posteriormente, Johann Bayer ainda registraram Omega Centauri como sendo uma estrela. No início do século XIX, o inglês John Frederick William Herschel descobriu que, de fato e de direito, trata-se de um aglomerado globular.


O Omega Centauri é uma joia no céu nas noites do Hemisfério Sul. O aglomerado brilhante é formado por milhões de estrelas.

Pesquisas mais recentes estimam que há um imenso buraco negro no centro desse gigante do céu. Observações mostraram que estrelas isoladas, que se encontram na área central do conglomerado, giram numa frequência incomum. Os astrônomos ligam esse fenômeno aos efeitos gravitacionais de um imenso buraco negro, cujas dimensões seriam 40.000 vezes a do sol.

No entanto, ainda giram muitos mistérios ao redor de Omega Centauri. Uma teoria afirma que ele é o coração de uma galáxia-anã que havia sido bastante danificada através de um choque com a Via Láctea. Por outro lado, as diferentes gerações de estrelas existentes na composição são um mistério em si. Em um conglomerado típico de estrelas, é conceitualmente aceito que nele haja exclusivamente estrelas que foram formadas à mesma época.

Independentemente do que for, a imagem do Omega Centauri é de tirar o fôlego. Que tal fazermos para nós mesmos a pergunta que Deus fez para Abraão: “Olhe para o céu e conte as estrelas, se é que pode contá-las”.

Deus mostra a Sua grandiosidade através do Universo. Davi compôs um hino comovente sobre isso: “Senhor, Senhor nosso, como é majestoso o teu nome em toda a terra! Tu, cuja glória é cantada nos céus… Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes? Tu o fizeste um pouco menor do que os seres celestiais e o coroaste de glória e de honra. Tu o fizeste dominar sobre as obras das tuas mãos; sob os seus pés tudo puseste: todos os rebanhos e manadas, e até os animais selvagens, as aves do céu, os peixes do mar e tudo o que percorre as veredas dos mares. Senhor, Senhor nosso, como é majestoso o teu nome em toda a terra!” (Salmo 8). (Rolf Höneisen — factum-magazin.ch)

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s